sábado, 23 de fevereiro de 2019

thumbnail

Cronologia – PSP ou PlayStation Portable


Está não é a história completa do PSP, mas sim apenas a cronologia do tempo do console, posteriormente vamos fazer outro post contando a história completa do primeiro portátil da Sony ( o Pocketstation não conto como console).
2004 – Em maio o portátil foi apresentado em uma conferência de imprensa pouco antes da E3 (Electronic Entertainment Expo). O PlayStation Portable modelo 1000 era o primeiro portátil a usar um disco óptico como mídia proprietária, o Universal Media Disc (UMD), capaz de armazenar 900MB em camada simples e 1,8GB em camada dupla.
No mês de Junho, revelado ao mundo, o PSP teve sua multifuncionalidade alardada: roda jogos em 3D, assistir filmes, escutar música e usar conexão local via wireless. Foi divulgada uma lista com 99 produtoras dando suporte ao portátil, além de algumas demos disponíveis, dentre elas Metal Gear Acid, da Konami, e Wipeout Pure, da SCE Studio Liverpool.
Em Dezembro o PSP começou a ser vendido no Japão no dia 12 em dois tipos de pacote: o básico contendo um PSP, bateria e cabo de força AC por 18,800 ienes (US$ 181 na época): e o pacote Value contendo um PSP, bateria, cabo de força AC, fone de ouvido, UMD demo, MemoryStick Duo de 32MB, capa de proteção e um strap por 24,800 ienes (US$226). Só no primeiro dia, foram vendidas 200 mil unidades do console, um grande sucesso se levar em conta que seu lançamento ocorreu dez dias após a chegada do Nintendo DS.
2005 – Março o PSP começa a ser vendido nos EUA no dia 24, oferecendo apenas o pacote Value a salgados US$249. A justificativa da Sony é que nos EUA havia o imposto a parte do produto, ficando US$20 mais caro que o mesmo modelo vendido no Japão, e US$ 100 a mais que o Nintendo DS, lançado no dia 11 desde mesmo mês nos EUA. O primeiro um milhão de PSP vendido no Ocidente vinha com um UMD bônus do filme Homem-Aranha 2.
No mês de Maio, Hackers soltam o código do sistema do PSP na internet, iniciando uma perseguição de gato e rato com a Sony, que passou a lançar atualizações periódicas de firmware para, além de adicionar novos recursos e interatividade com a internet, tentar barrar a pirataria melhorando a segurança do sistema. A pirataria no portátil cresce, afetando as vendas de jogos em mídia física.
Em Agosto é lançado o firmware 2.00 que adiciona browser de internet, melhorias no suporte a formato de vídeo e áudio além de arquivos de imagens. A guerra com os hackers e a pirataria se intensifica.
2006 – O comércio de filmes, comédia e séries de TV em formado UMD, comercializados a US$18 a US$30, apresenta baixa de vendas. Sony Pictures, Paramount e Warner reduziram os lançamentos. Os estúdios Universal e Paramount rescindem o suporte a mídia. A maioria dos consumidores mostram preferência de investimento na compra de filmes em DVD para assistir na TV, em vez de no portátil. A loja Wal-Mart retirou os UMDs de suas prateleiras. A Sony ainda tentou revitalizar o negócio oferecendo pacotes de DVD e UMD de um mesmo título a US$28,95. Apesar da queda de preço, poucas empresas ainda distribuem filmes, animes e programas de comédia via UMD.
No Japão, em meados de Novembro é lançada a câmera Chotto Shot (também chamada de PSP-300) que, dependendo da capacidade do Memory Stick, transforma o PSP em uma pequena máquina fotográfica de 1,3 megapixel ( resolução máxima de 1280×960 para fotos) e filmadora de vídeo (resolução máxima de 480×272 a 30fps) com áudio. O acessório vem com um UMD contendo o programa Go!Edit, que permite editar fotos e vídeos.
No mês de Dezembro do mesmo ano chega a atualização 3.0 e adiciona o recurso Remote Play, permitindo usar o PSP para acessar o PlayStation 3 remotamente com o sistema de WLAN do videogame.
2007 – O PSP Atinge 25,39 milhões  de unidades  vendidas, somando  os principais  mercados: 6,92 milhões na Ásia, 9,58 milhões nos EUA e 8,89 milhões na Europa.
No mês de Maio de 2007 o acessório Chotto Shot é renomeado para Go!Cam e é lançado na Europa com o valor aproximado de US$70. A Sony americana se pronunciou dizendo que dentre as atualizações de firmware, não havia nada relacionado ao acessório, deixando clara a intensão de não lançar o acessório nos EUA.
Junho na E3 de 2007, a Sony revela uma versão do portátil com design revisado e sistema de segurança reforçado. O novo modelo é muito mais leve e fino em relação a versão original.
No mês de Setembro chegou o PSP-2000 posteriormente chamado de PSP Slim e Lite, por ser mais enxuto e o PSP 100 passou a ser chamado de PSP Fat, agora o PSP permite recarregar sua bateria via USB, tem saída de sinal digital de vídeo para TV, 64MB de memória RAM, melhor iluminação e contraste de tela, leitura de UMD mais rápida. Contribuindo para as 250.752 unidade  vendidas só no lançamento no Japão, estava o jogo Crisis Core: Final Fantasy VII, prequência do aclamado Final Fantasy VII. A Sony e a Square Enix lançaram uma edição especial do novo PSP, batizada de Crisis Core Edition e tematizada com arte de Tetsuya Nomura. Foram disponibilizadas 77.777 unidades uma semana antes do lançamento oficial. Desse montante, 75.943 foram vendidas. Nos EUA, foi lançado o pacote especial Daxter, que além do PSP prateado, trazia o UMD do jogo Daxter e o UMD com episódios da série animada Family Guy ( Uma Família da Pesada). É lançado no Japão o acessório 1seg TV Turner, um receptor de sinal digital que, acoplado ao PSP, permite assistir a canais de TV aberta.
2008 – Em Março a Sony lança mais um acessório para o portátil: GPS Receiver PSP-290. Este, em conjunto com o programa Go!Explore, transforma o PSP em um GPS,  que cobre vários países na Europa, com mapas e elementos em pontos de interesse em 2D e 3D. Casa mapa possui 11 idiomas ( dentre eles o português de Portugal).
No mês de Outubro a Sony faz novos ajustes e atualização do portátil lançando o PSP-3000. Embora o design seja o mesmo do anterior, as novidades foram o microfone na parte frontal, suporte de saída de vídeo e tela LCD melhorada com película antirreflexo. Via atualização do firmware, foi adicionado o serviço Skype VoIP, permitindo usar o portátil para fazer chamadas via Skype por meio de conexão Wi-Fi.
2009 – Com a atualização 3.60 e um cabo de vídeo componente lançado para o portátil, o PSP-2000/3000 pôde reproduzir jogos, filmes e ouvir música na tela da TV, desde que esta tenha suporte a 480p. O PSP-1000 não possui suporte a este recurso.
Em Junho é lançado a atualização de firmware 6.20, tornando o sistema apto a rodar revistas em quadrinhos digital por meio da barra XMB.
No mês de Outubro de 2009 a Sony lança uma nova versão do portátil. Desta vez, o design do sistema foi totalmente modificado – o formato do modelo 3000 foi abandonado e o aparelho ficou mais compacto e com tela deslizante. O modelo N1000, chamado de PSP Go, abandonou totalmente o uso de UMD, dedicando-se a conteúdo via download pela PlayStation Store – além de usar headset sem fio, permite acoplar o controle Sixaxis ou DualShock 3 do PS3. A Sony mentém o PSP Go coexistindo com o PSP-3000, lançando jogos tanto em UMD quando em formato digital.
2010 – Junho, o jornal inglês Wall Street revela que a Sony trabalha em um novo portátil, o verdadeiro sucessor do PSP. Shuhei Yoshida, presidente da SCE Worldwide Studios, admite em entrevista que havia um novo hardware da família PlayStation em desenvolvimento.
Em agosto do mesmo ano o PSP passa em um processo de certificação da Anatel e do Inmetro para que possa ser comercializado, legalmente no Brasil.
Outubro de 2010 nos EUA, é lançado o jogo InviZimals, que vem com um novo modelo de câmera para o portátil, a PSP-450x. Ela tem 0.3 megapixel, tira fotos com resolução máxima de 480×272 e grava vídeos de 640×480 com áudio.
Em dezembro do mesmo ano a Capcom lança no Japão, o jogo Monster Hunter Portable 3rd, um dos maiores fenômenos de vendas da história (tanto do portátil quando da própria Capcom). Só na semana de lançamento, foram vendidas mais de 2 milhões de unidades e, ai final do mês, eram mais de 4 milhões! Com o pacote especial Monster Hunter 3rd Bundle, contendo o PSP tematizado com o jogo, no mesmo período foram vendidas mais de 326,639 mil unidades do portátil.
2011 – Janeiro o PSP modelo 3010, começa a ser oficialmente vendido no Brasil. Sem muito alarde o aparelho surge na loja online Sony Style, ao preço de R$ 1299,00. No mesmo mês no Japão, a Sony realiza uma conferência de imprensa para oficializar o sucessor do PSP, chamado no momento de Next Generation Portable (NGP).
Março de 2011, com a redução de preço estabelecida mundialmente pela Sony para o PSP (o PSP Go passa a custar US$199 e o PSP-3000, US$129), a versão brasileira passa a custar R$969,00. A Sony Brasil também anuncia que uma linha de jogos para o portátil será lançada com preços reduzidos do País. Em todo o mundo, o PSP vendeu mais de 67 milhões de unidades.

Receba por Email

Acompanhe as atualizações do Blog via Email

No Comments